Conforme aplicação de nosso cronograma de capilarização da leitura, o Grito do Livro vem se dedicado com afinco ao desenvolvimento de uma nova abordagem na criação de bibliotecas.

A demanda por bibliotecas acessíveis aumenta a cada dia, e a melhoria na qualidade de vida da população debilitada também precisa acontecer no campo literário. Sendo assim, o Grito do Livro vem estudando formas inovadoras de abordar um problema tradicional.

Atualmente, nosso foco tem sido a população com problemas de visão, mas há também estudos sobre a possibilidade de expandir o nosso escopo. Através de visitas à bibliotecas do gênero, estudos e experiências práticas com o grupo focal, o Grito do Livro iniciou um novo projeto, objetivando ainda mais equidade em nosso trabalho, bem como a criação de mais um espaço de lazer e aprendizagem para a população deficiente.

Sendo assim, estamos trabalhando na criação de 6 bibliotecas-piloto acessíveis, com recursos de tecnologia assistiva. sendo uma biblioteca demonstrativa modelo, e outras 5 em locais distintos do DF.

Produzido por Cristiano Urquiza