A equipe Grito do Livro orgulha-se de ter em nosso rol de realizações o programa de implantação de bibliotecas rurais Arca das Letras.

Criado em 2003 pela também fundadora do Grito do Livro, Cleide Soares, o programa foi criado no âmbito do Ministério do Desenvolvimento Agrário, objetivando repercurtir a leitura através de intensa capilarização rural, com foco na formação de futuros leitores nas populações rurais e quilombolas, onde muitas vezes a informação e livros didáticos não chega com qualidade.

Ao longo dos anos, mais de 11 mil bibliotecas foram implantadas em todo o Brasil, beneficiando mais de 1,5 milhão de famílias. Em 2009, o programa foi reconhecido com uma menção honrosa no Prêmio Vivaleitura, sendo definido como “programa de destaque na promoção da leitura pela abrangência e relevância”.

Muito utilizadas também são as cartilhas educacionais produzidas pela equipe, de até 30 páginas. A tematização foi desenvolvida pelo famoso cordelista J. Borges.

O Programa Arca das Letras foi estendido e conta agora também com o Projeto Bibliotecas Famílias, que amplia o escopo para Casas Familiares Rurais, o que foi de suma importância durante a pandemia.

–> PILOTO:

  • Consiste em uma estrutura móvel de madeira – aproveitada e fabricada por trabalhadores sentenciados em penitenciárias – repleta de livros (cerca de 270) obtidos por doação.

–> INSTALAÇÃO:

  • A instalação é feita com o auxílio de moradores locais, que gerenciam a localidade da “Arca” conforme a demanda sazonal.

–> AGENTES:

  • Equipe operacional composta inteiramente de voluntários, responsáveis pelo gerenciamento do empréstimo dos livros, pelo incentivo à leitura na comunidade e até mesmo ensino didático.

Produzido por Cristiano Urquiza