A preocupação com a inclusão e com a acessibilidade tem se tornado cada vez maior, tendo como reflexo uma produção cada vez maior de obras literárias acessíveis. Para ser enquadrado como acessível, o livro deve possuir os seguintes recursos de inclusão:

  1. Locução
  2. Libras
  3. Audiodescrição Poética
  4. Audiodescrição Detalhada
  5. Libras Expandidas
  6. Folheto Acessível

A seguir, temos um catálogo de obras acessíveis, amplamente utilizadas por instituições privadas brasileiras e também pelo governo no âmbito da literalização inclusiva.

A FESTA NO CÉU: UM CONTO DO NOSSO FOLCLORE

Popular fábula brasileira, em que a tartaruga sonhava em ir para uma festa no céu, na qual somente as aves poderiam participar.

ADIVINHA QUANTO EU TE AMO

Grande reflexão sobre o amor entre pai e filho, no qual este tenta mostrar ao pai a profundidade de seu sentimento por ele.

CHAPEUZINHO AMARELO

Conta a história da Chapeuzinho Amarelo, uma garota amarela de medo. Essa obra ajuda as crianças a enfrentar o medo e os “talvez”.

O RATINHO, O MORANGO VERMELHO MADURO E O GRANDE URSO ESFOMEADO

Traça um paralelo entre a força dos gigantes e a esperteza dos pequenos, na qual um rato tenta esconder um morango maduro de um urso esfomeado.

POESIA NA VARANDA

Introdução à poesia aos pequenos, baseado em Guimarães Rosa. Linguagem apelativa para o público infantil.

LINO

Lino é um porquinho que vive em uma loja de brinquedos. Ele faz amizade com Lua, uma coelha branca com uma luz que acendia em sua barriga. Um dia, Lua desaparece.

GATO PRA CÁ, RATO PRA LÁ

História para ler pouco e imaginar muito, que narra o encontro inusitado entre um gato e rato – que acabam refletindo sobre afetividade e ideais de vida.

TATU-BALÃO

Esse tatu-bola sonhava em ser balão, se lançando do topo da montanha todos os dias. Conseguirá ele realizar seu sonho?

DORME, MENINO, DORME

Um menino está com insônia, e busca maneiras de adormecer. Retrata o medo da perda no mundo infantil.

POEMINHAS DA TERRA

Poemas folclóricos e baseados no meio ambiente, recriando tradições orais constantes em nosso país.

SELOU & MAYA: MAYA & SELOU

Duas abordagens diferentes, dependendo de onde se começa a leitura. São apresentadas vidas e sonhos de duas crianças bem diferentes.

EM CIMA DAQUELA SERRA

Em cima de uma serra, ocorre uma diversidade de coisas. Contando com uma ilustração especial, em cima daquela serra apresenta uma bicharada em forma de poemas e aventuras.

PEDRO VIRA PORCO-ESPINHO

Uma discussão acerca de onde vêm as emoções, e como lidar com as adversidades. Profunda reflexão sobre a origem dos sentimentos.

QUERO COLO

Passeio ilustrativo sobre o gesto de segurar a criança no colo. Como os bebês são ninados em diferentes países.

O TUPI QUE VOCÊ FALA

Viagem explorativa acerca das palavras com origem na raiz idiomática tupi-guarani. Descobre-se que o tupi está mais presente do que percebemos no nosso dia a dia.

LEO E A BALEIA

História emocionante sobre a amizade entre um garoto e uma baleia, que acaba fortalecendo a amizade entre o garoto e o próprio pai – num esforço conjunto de retornar a baleia ao mar.

COM QUE ROUPA IREI PARA A FESTA DO REI

Os bichos proporcionam um desfiladeiro de estilos nesse livro, mas no final é o jabuti com sua sabedoria que vai dar um baile nas estratégias dos outros animais.

A VISITA

Elise é uma menina triste e solitária, até que um aviãozinho de papel um dia bate à sua porta. No dia seguinte, uma visita bate na porta. Abrir ou não?

OS OLHOS DO JAGUAR

Apresentação da cultura do povo Maraguá, com narração de uma história típica do folclore local.

ENQUANTO O ALMOÇO NÃO FICA PRONTO

O livro explora o tempo e reflete sobre seu uso. Enquanto o almoço não fica pronto, no livro, ocorre uma infinidade de acontecimentos que nos encaminham a essa releitura temporal.