Elaboração: Cristiano Urquiza

O Grito do Livro é um movimento coletivo que tem orgulho de atuar na difusão literária, objetivando despertar nos cidadãos e nas cidadãs – de todas as idades – o interesse pela leitura em todos seus espectros. Com esse propósito, partimos para as ações de incentivo à leitura com foco prioritário nas crianças, instalando pontos de leitura e entregando livros para as mães iniciarem as práticas de contação de histórias, especialmente em áreas de muitas vulnerabilidades, como estratégia de mitigar a exclusão educacional. Durante a pandemia de Covid-19 as crianças em situação de rua ficaram totalmente fora do ambiente escolar e alijadas dos recursos de acesso às aulas virtuais.

A pós-modernidade mudou o canal de transmissão do conhecimento, ganhando a leitura superveniência em relação às vias orais de transmissão. Através da entrega mão-a-mão de livros para crianças, acompanhada de breves introduções sobre o encanto da leitura, muitas delas que estão nas ruas de Brasília estão alcançando algum acesso aos canais de alfabetização pelo contato com livros e ajuda de suas mães, podendo ter algum senso de pertencimento à capital – culturalmente falando. Sendo assim, ações como as que o Grito do Livro vêm promovendo nas ruas atuam, de maneira ilativa, no reconhecimento identitário da criança brasiliense.