Resumo da palestra de Cleide Soares, no Parlamundi – LBV, em 13/11/2019, pela Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil – AJEB/DF)

As Primeiras Referências Femininas na Literatura

Enheduanna (2.285 a.C, sumeriana de Ur, dos tempos de Abraão): primeira escritora do mundo, escreveu em tábuas de cerâmica, na Babilônia antiga, e compôs 42 hinos conhecidos.

Hipátia de Alexandria (355-415 d.C): primeira intelectual, filósofa, botânica, matemática (foi queimada viva por escrever)

Jane Austen (Inglaterra, 1775-1817): autora de Orgulho e Preconceito, um dos livros mais lidos no mundo

Maria Firmina dos Reis (MA/Brasil, 1822-1917): primeira mulher a publicar romance no Brasil e primeira escritora negra 

Júlia Lopes de Almeida (RJ/Brasil, 1862/1934): escritora abolicionista, foi uma das idealizadoras e fundadoras da Academia Brasileira de Letras (ficou fora da lista oficial de fundadores)

Virginia Wolf (Reino Unido, 1882-1941): referência da literatura modernista

Agatha Christie (Reino Unido, 1890-1976): maior escritora de romances policiais de todos os tempos

Cecília Meireles (RJ/Brasil, 1901-1964): uma das primeiras revelações femininas da literatura brasileira

Marguerite Yourcenar (Bélgica, 1903-1987): primeira mulher a ingressar na Academia Francesa de Letras (1980)

Simone de Beauvoir (França, 1908-1986): primeira escritora feminista a conquistar prestigiado prêmio da literatura francesa (1954)

Rachel de Queiroz (CE/Brasíl, 1910-2003): primeira escritora a ingressar na ABL (1977)

Clarice Lispector (Ucrânia/Brasil, 1920-1977): uma das mais importantes escritoras do Brasil no século XX

Danielle Steel (EUA, 1947- ): seus livros estão entre os mais vendidos do mundo

Nora Roberts (EUA, 1950-   ): primeira mulher a figurar na galeria da fama de romancistas americanos e 120 de suas obras são as mais vendidas nos EUA

J.K Rowlling (Reino Unido, 1965-  ): uma das autoras com mais livros vendidos na atualidade

….

As Mulheres e a Leitura

      • Mulheres no Brasil: 51,7% – 105 milhões
      • Mulheres no mundo: 48% – 3,4 bilhões
      • Professoras: 80% dos docentes de educação básica; 45% no ensino superior
  • 59% do público leitor
  • Mães são as mais influentes em incentivo à leitura
  • 57% dos leitores viam as mães lendo
  • Escritoras: 29,4 % das publicações
  • Mais mulheres com ensino superior completo 
  • Bibliotecárias: 90%

Situação das Mulheres na Literatura até 2019

  • Prêmio Nobel de Literatura (início em 1901): 14 mulheres entre os 116 laureados
  • Academia Francesa (início em 1635): tem apenas 8 mulheres entre seus 737 membros de todos os tempos 
  • Prêmio Jabuti (início em 1959): 17 mulheres entre 84 laureados na categoria romance
  • Academia Brasileira de Letras (início em 1897): 5 mulheres entre os 40 membros e apenas 8 mulheres entre seus 289 patronos, fundadores e membros de todos os tempos
  • Escritoras: 29,4% das publicações (Brasil)
  • Personagens literários: 67% homens (Brasil)

Movimentos para Ler Mais Mulheres

  • #readwomen (Inglaterra)
  •  #LeiaMulheres (rede de clubes de leitura em 120 cidades)
  • Mulheres que escrevem (newsletter, facebook, instagram – curadoria)
  • Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil – AJEB
  • Tranças literárias (grupo de whatsapp sobre leitura de mulheres) 

Indicação de Filmes com Mulheres Protagonistas na Literatura

  • A Esposa, de Björn Runge, 2019 (escritora em tempos de exclusão feminina)
  • A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata, de  Mike Newell , 2018 (sobre clube de leitura)
  • A Livraria, de Isabel Coixet, 2018 (sobre uma livreira)
  • Lou, de Cordula Kablitz-Post, 2017 (sobre a intelectual russa Lou)
  • Flores Raras, de Bruno Barreto, 2013 (sobre a poeta Elizabeth Bishop)
  • Florbela, de Vicente Alves do Ó, 2012 (sobre a poetisa Florbela Espanca)
  • As Horas, de Stephen Daldry, 2002 (sobre a escritora Virginia Wolf, uma leitora e uma editora) 
  • Entre Dois Amores, de Sydney Pollack, 1985 (sobre a escritora Karen Christenze Dinesen)
  • As Irmãs Brontë, de André Techiné, 1979 (sobre 3 irmãs escritoras)

Fontes Bibliográficas

Censo Escolar 2018

Grupo de Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea UnB

Mapa da População ONU 2019

Retratos da Leitura no Brasil, 2016